Auriculoterapia

 

O termo "auriculoterapia" foi usado pela primeira vez por Paul Nogier, um neurocirurgião francês que criou a técnica de Auriculoterapia Francesa.

Existem registros de uso de técnicas de estímulo de pontos na orelha para tratar dores, por Egípcios. HIpócrates, o pai da medicina, escreveu em seus livros, primeiro que cauterizações em determinado ponto da orelha poderia provocar ejaculação escassa ou infértil e, posteriormente, relatou que o ato de picar um veia do dorso da orelha poderia curar a impotência masculina. Porém existem registros de que muito antes disso, os chineses já associavam a técnica de acupuntura auricular com a acupuntura sistêmica para tratar diversos desequilíbrios e queixas. 

Para o estímulo dos pontos ou áreas reflexas, podem ser utilizadas agulhas de acupuntura próprias para este fim, imãs, sementes, esferas (douradas, prateadas ou transparentes, dependendo do estímulo que se queira promover em cada caso), laser ou ainda, estímulo elétrico nas agulhas, para potencializar e/ou prolongar o efeito.

Por ser uma região extremamente vascularizada, o risco de contaminação por microrganismos é muito grande, portanto deve-se ter um cuidado redobrado com a higiene e antissepsia local antes da aplicação das agulhas. Procure sempre um profissional capacitado.

Clique aqui e nos envie suas dúvidas. Faremos o possível para esclarecê-las e as utilizaremos para enriquecer o conteúdo do site!

Navegue pelo menu e visite todas as páginas. Já temos artigos sobre imunidademassagens, Reiki, Alimentação saudável, saúde emocional, acupuntura, fibromialgia, aulas particulares de inglês e muito mais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram